Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

.. // Blog da valsousa.tv // ..

Blog da Televisão Regional do Vale do Sousa www.valedosousa.tv

.. // Blog da valsousa.tv // ..

Blog da Televisão Regional do Vale do Sousa www.valedosousa.tv

Jornal de Notícias: ValsousaTV, uma fórmula de sucesso no universo online




 

Três anos depois do arranque, a estação sediada em Paredes construiu um estúdio para poder fazer directos.

É um dos projectos de televisão, através da Internet, bem sucedidos no Norte do país, com estúdio próprio, tecnologia de ponta, carros de exteriores e uma equipa de jornalistas e operadores de câmara a tempo inteiro.

Para manter o canal valsousa.tv - Vale do Sousa TV -, a empresa presta serviço multimédia a empresas da região.

Iniciou a actividade há três anos e, desde então, tem conseguido afirmar-se com um dos mais sólidos projectos de comunicação na região duriense. Está ao serviço de um espaço regional com cerca de meio milhão de pessoas e conta as histórias do quotidiano de Paredes, Penafiel, Paços de Ferreira, Felgueiras, Lousada ou Castelo de Paiva. Notícias que correm o Mundo graças a uma equipa de jornalistas jovens, empenhados em mostrar reportagens e comentários locais.

"A valsousa.tv está próxima das pessoas, das instituições, e sentimos levar o nosso desejo de cultura, de notícias, de factos, do pulsar de uma região que se transforma diariamente, muito longe, por caminhos que a valsousa.tv percorre sempre que, num clique, chega aos olhares das pessoas", explica Rafael Telmo, fundador, proprietário e editor. Além de exibir reportagens, documentários e entrevistas, o canal aposta em campanhas de responsabilidade social e ambiental. Recentemente, construiu um novo estúdio de televisão para iniciar emissões em directo.

"A plataforma tecnológica esteve em testes e optimizações num determinado período, há cerca de quatro anos. Procurámos obter algo que ainda não existia em Portugal", assegura o proprietário.

Três anos volvidos, a equipa colocou on-line a versão Beta da nova plataforma criada com a experiência adquirida. Seguindo a lógica de afirmação, o canal estabeleceu uma parceria com o SAPO vídeos. "Este canal permite emissão de conteúdos em directo ou em diferido com uma pequena largura de banda".

Com instalações no centro da cidade de Paredes e com um estúdio HD com 30m2, régie, ilha de edição e redacção, a estação pretende realizar programas gravados ou em directo. Como complemento, tem uma carrinha de exteriores com mesa "broadcast" HD, três câmaras HD e intercomunicação, sendo o equipamento amovível, o que permite a realização em qualquer local de directos com qualidade.

Para manter a sustentabilidade e gerir um orçamento de cerca de sete mil euros mensais e garantir o emprego a uma equipa de dois jornalistas e três operadores de câmaras, a estação estabeleceu parcerias com algumas autarquias da região e desenvolve actividades económicas complementares, desde o aluguer dos estúdios a serviços de publi-reportagens para empresas. A ideia de criar um canal na Web remonta a Outubro de 2005. Na altura não existia qualquer projecto semelhante em Portugal. O pioneirismo surgiu pela mão de Rafael Telmo, professor, na Escola E. B. 2/3 de Nevogilde, Lousada, local onde foi criado o primeiro canal de TV na Internet em Portugal. Como tinha pequenos vídeos reportagens dos alunos, começou por chamar-se NetReporteres. Diana Soraia e João Augusto foram os pioneiros da TV online em Portugal, orientados por este professor. Nesta incubadora nasceu o projecto mais abrangente, a TV do Vale do Sousa, registado agora como órgão de comunicação social com o nome valsousa.tv.

 

 

 

in: JN de 22 de Novembro de 2009

 

valsousa.tv - Três anos de Televisão regional on-line

 
Há três anos, a 3 de Julho de 2006, iniciava-se a valsousa.tv – Vale do Sousa TV, projecto de televisão via Internet que marca definitivamente a comunicação na região do Vale do Sousa e dá a conhecer as notícias da região, via Internet, a todo o mundo.
Depois de dez meses de preparação, a valsousa.tv estava on-line, ao serviço de uma região e de uma comunidade espalhada pelo mundo e com ligações culturais ao Vale do Sousa.
A valsousa.tv tem três anos. Três anos de distinção, de notícias, de factos, de vida da região. Três anos próxima das pessoas e mostrar-lhes uma nova forma de comunicação. Três anos a levar o Vale do Sousa e a criar raízes em diferentes continentes. Três anos a diferenciar-se pela qualidade e pela liberdade nas opções jornalísticas apresentadas. Três anos a transformar uma região, o mundo, através da actualidade, da cultura, da vida de uma região.
A valsousa.tv está próxima das pessoas, das instituições, e sentimos levar o nosso desejo de cultura, de notícias, de factos, do pulsar de uma região que se transforma diariamente, muito longe, por caminhos que a valsousa.tv percorre sempre que, num clique, chega aos olhares das pessoas.
Queremos que a valsousa.tv seja de todos, seja um meio de aproximar uma região. Queremos também criar através da valsousa.tv ideias de um ambiente mais sustentável. E lançaremos brevemente campanhas de responsabilidade social e ambiental de forma concreta. Como lançaremos dentro de pouco tempo, com a criação de um novo estúdio, emissões em directo. Sempre com um objectivo: queremos que todos façam parte da valsousa.tv.
 
Tecnologia e Futuro
A plataforma tecnológica ainda utilizada e que neste aniversário será renovada de raiz, esteve em testes e optimizações nesse período procurando obter algo que ainda não existia em Portugal, tendo-se tornado dessa forma na primeira em Portugal criada exclusivamente para uma webtv ou Internet TV.
Neste terceiro aniversário contamos pôr on-line a versão Beta da nova plataforma criada com a experiência adquirida ao longo destes anos e em desenvolvimento há cerca de um ano e que havia sido prometida no segundo ano de vida.
Nesta comemoração dos três anos foi criado no passado dia 29 de Junho, em parceria com a SAPO vídeos, um canal directo visível em http://videos.sapo.pt/valsousatv ou http://directo.valedosousa.tv. Este canal na SAPO irá permitir emissão de conteúdos em directo. Depois de um período de testes, cerca de três meses, para obter um boa qualidade com uma pequena largura de banda, a valsousa.tv avançou com uma emissão em diferido de reportagens. As emissões verdadeiramente em directo serão anunciadas brevemente.
 
Um Novo Estúdio
A par destas novidades, a valsousa.tv irá dispor de novas instalações no centro da cidade de Paredes com um estúdio HD com 30m2, régie, ilha de edição e redacção, estúdio que será inaugurado neste terceiro aniversário da valsousa.tv.
O novo estúdio irá permitir a realização de programas televisivos gravados ou em directo. Como complemento a valsousa.tv terá uma carrinha de exteriores com uma mesa broadcast HD, três câmaras HD e intercomunicação, sendo este equipamento amovível, o que permitirá a realização em qualquer local de um trabalho em directo e televisivo de qualidade.
Ao longo deste ano pretende-se dar uma nova dinâmica ao projecto, alargar horizontes, evoluir tecnologicamente e na prestação de serviços.
Brevemente daremos novas notícias… afinal são as novas que nos definem.
 

Dois anos online da valsousa.tv

Foi no dia 3 de Julho de 2006 que o projecto de televisão via Internet, valsousa.tv, se mostrava online depois de cerca de 10 meses em preparação e angariação de apoios. A plataforma tecnológica ainda utilizada esteve em testes e optimizações nesse período procurando obter algo que ainda não existia em Portugal. Este projecto optou por amadurecer nos bastidores antes mesmo de se dar a conhecer oficialmente a 3 de Julho de 2006. A data da ideia de criar um canal de tv na Internet remonta a Outubro de 2005 em que não existia qualquer projecto semelhante em Portugal. O pioneirismo surgiu na Escola E. B. 2/3 de Nevogilde, Lousada, que criou o primeiro canal de TV na Internet em Portugal na sua página de Internet a 10 de Outubro de 2005. Que consistia em vídeo reportagens dos alunos, na altura chamados NetReporteres. Diana Soraia e João Augusto foram os pioneiros da televisão na Internet em Portugal orientados pelo Professor Rafael Telmo.

Nesta incubadora nasceu o projecto mais abrangente, a TV do Vale do Sousa registado como órgão de comunicação social com o nome valsousa.tv
Procurando ser sempre inovador a valsousa.tv mantem a sua imagem de qualidade a nível tecnológico e jornalístico, procurando mostrar a região e as suas potencialidades e ao mesmo tempo adquirir uma estabilidade económica que permita uma evolução ansiada. Depois de alguns projectos que surgiram e não se mantiveram a valsousa.tv procurou sempre manter-se no seu patamar de qualidade ultrapassando as dificuldades ao nível de sustentabilidade económica do projecto.
Neste próximo ano pretende-se dar nova cara à valsousa.tv e evoluir tecnologicamente. Na altura certa nós daremos a notícia…

"O Vale do Sousa já tem uma televisão digital, a valsousa.tv" - Entrevista Jornal de Lousada

Por: Vera Couto

17 de Setembro de 2006


O Vale do Sousa já tem uma televisão digital, a valsousa.tv (http://www.valsousa.tv). O JL não poderia ficar indiferente a esta iniciativa e foi procurar saber mais sobre o projecto. Rafael Telmo, fundador e director da valsousa.tv, explica-nos como tudo começou...

"O papel da valsousa.tv é servir o interesse de todos e promover a região onde estamos inseridos"

Jornal de Lousada (JL) - Como e por que razão surge o projecto de uma televisão digital para o Vale do Sousa?

 

 

Rafael Telmo (RT) - O meu desejo é inovar, ser criativo e atrai-me imenso a área da imagem e tecnologia. E como gosto de experiências novas, de desafios e de aprender com eles, ao avançar com um projecto novo, diferente, tenho de pesquisar muito, estudar e experimentar. É cativante aprender, saber. Lembro-me de fazer as primeiras experiências com vídeo numa página da Internet quando realizava a parte curricular do "Mestrado de Tecnologia Educativa", na Universidade do Minho, em 2002. Uma página sobre o teorema de Pitágoras que ainda está disponível.
      Entretanto, na escola onde lecciono, a E. B. 2/3 de Nevogilde, realizei nesse ano um telejornal com uma turma. O tema central era a televisão – TeleNevogilde. Na altura tinha-me surgido a ideia de criar um canal interno de televisão. No entanto, avancei com outros projectos que foram bastante mediatizados, como é o caso do cinema itinerante na escola. Em Setembro de 2005 fiquei responsável pela página de Internet da escola, e ao criar uma nova vida à página lembrei-me de pôr os alunos com uma câmara na mão a realizar entrevistas aos colegas, professores e funcionários. Saíram-se bastante bem, pois tinham alguma experiência em trabalhos num clube de audiovisual que tinha dinamizado no ano anterior. Coloquei essas entrevistas na página da Internet e mostrei o protótipo à Presidente do Executivo; quando viu, admirada, disse que nunca tinha visto nada assim, que parecia uma televisão. Bem... A criatividade começou a funcionar, e como tinha o desejo de criar um canal interno de televisão, vi assim uma forma de o fazer não só para a escola, mas para cada um em qualquer ponto do mundo. E assim nasceu a NetTV-Nevogilde.
      Depois comecei a pensar criar um projecto mais abrangente. Pesquisei muito e reparei que já tinham havido experiências nesta área, mas Portugal ainda não tinha despertado para as televisões pela Internet ou WebTVs. O Brasil era um país com muitas experiências na área e andei a espreitar vários canais. Um dia, no café, peguei num jornal e li que em Famalicão tinha surgido um canal dentro daquilo que idealizara. Nesse dia decidi avançar com a valsousa.tv. A vida modifica-se e estes projectos preenchem o nosso mundo. Procurei apoios, senti dificuldades em os conseguir, mas mesmo assim, decidido, avancei sozinho, fazendo eu próprio o investimento. Um canal de televisão pela Internet é uma forma, de excelência, para divulgar as potencialidades de uma região e permitir às pessoas uma televisão de proximidade. No fundo, é um verdadeiro serviço público.


 

JL - Quais são os principais objectivos?
RT - É levar a todos, em qualquer parte do mundo, notícias da região do Vale do Sousa, a terra que nos viu nascer, matar a saudade, descobrir, conhecer e aprender. De uma forma mais rebuscada, posso dizer que os objectivos são o desenvolvimento cultural, a divulgação das potencialidades económicas e estruturais, o sentir da identidade regional e o fácil acesso à informação sobre a região para qualquer pessoa em qualquer parte do mundo com um acesso à Internet em banda larga.


 

JL - Qual o maior desafio? Porquê?
RT - Chegar a todos os lares do Vale do Sousa, porque, como é sabido, a taxa de famílias com ligação à Internet ainda é muito baixa. A maior parte das pessoas acedem à Internet no local de trabalho, nas escolas, nos postos recém criados pelas autarquias que, apesar dos esforços, se revelam ainda insuficientes. Neste momento estou a estudar uma parceria com uma empresa da região para colocar um conjunto de computador mais a ligação à Internet em banda larga a um preço acessível à maior parte dos lares.
JL - Então porquê esta escolha?
RT - Quanto à escolha, a resposta é evidente, porque os ingredientes só permitiam cozinhar um projecto como este. A televisão desta forma só é possível por IP (Protocolo Internet) e a Lei, para já, não permite outra forma. Mesmo os custos, se neste projecto já são elevados, imagine o que seria se fosse por cabo ou radiofrequência.

JL - A valsousa.tv limita-se a um público-alvo muito específico? Porquê?
RT - Não, porque os conteúdos interessam a todos, sejam àqueles que são desta região ou que querem conhecer esta região e aos emigrantes que desejam saber notícias da sua terra e matar saudades.

 
JL - O que pretende oferecer de novo à população do Vale do Sousa? Como define o papel da valsousa.tv nesta região?
RT - Uma televisão de proximidade. Pretendo levar até às pessoas a notícia que ocorreu ao seu lado e que, por vezes, não é divulgada nos meios de comunicação tradicionais nem têm conhecimento dela. A valsousa.tv é um espaço múltiplo, plural, que quer levar as realidades, os factos, a cultura e histórias de uma região, o Vale do Sousa, a todos os que o desejarem. As potencialidade da terra, as curiosidades que nos tem para contar e o que de belo há para mostrar são fundamentos desta iniciativa pioneira. O papel da valsousa.tv é servir o interesse de todos e promover a região onde estamos inseridos.

JL - Como vê o jornalismo regional, numa versão multimédia?
RT -
 Com bons olhos, apesar de só agora se ver alguns projectos na Internet e alguns com potencial excelente.

JL - Que feedback tem recebido?
RT - Muitos e bons. O que mais me emocionou foi um vindo de Maputo, talvez por ser um dos primeiros e pela emoção expressa na mensagem. Outro que me recordo foi da parte de uma directora de produção de um canal semelhante ao meu, de São Paulo e Brasília, que deu os parabéns a todos os envolvidos no projecto.

JL - Tem algum tipo de apoio?
RT -
 Neste momento em que me pergunta, não tenho, a não ser da minha mulher e filhos, mas tenho promessas que penso que serão honradamente cumpridas. E os apoios, como sabem, passam pela publicidade que é o sustento de qualquer órgão de comunicação social, e este não será excepção.

JL - Quais as perspectivas de evolução do projecto?
RT -
 Tenho novos canais que vão surgir a seu tempo dentro da valsousa.tv, mas o céu é o nosso limite. E espero que seja sempre azul…
 

Primeiros passos da Televisão pela Internet em Portugal dando origem à valsousa.tv

Primeiros passos da Televisão pela Internet em Portugal dando origem à valsousa.tv

Inicialmente chamada de NetTv-Nevogilde e os jornalistas NetRepórteres

 

Ver página arquivada

 

O dia 10 de Novembro de 2005 assinala a colocação online de um processo iniciado em Junho de 2005 e nascendo efectivamente a Setembro de 2005 aquando da criação da página nova da escola E. B. 2/3 de Nevogilde - Lousada